CRN 2102

Intrusos no Prato

Substâncias como antibióticos e toxinas produzidas por fungos contaminam os alimentos e representam riscos à saúde de quem os ingere.

O que são?
Proteínas tóxicas produzidas por diferentes tipos de fungo sob situação de estresse, como uso de defensivos agrícolas. Há diferentes tipos:
  • Alfatoxina M1: pode ser encontrada no leite, leite em pó e derivados como queijo.
  • Alfatoxinas B1, B2, G1, G2: amendoim, milho, feijão, castanhas, frutas, produtos de cacau e chocolate.
  • Ocratoxina A: feijão, cereais, vinho, café, frutas, produtos de cacau e chocolate, suco e polpa de uva.
  • Desoxinivalenol: arroz, milho.
  • Fumonisinas: milho e alimentos à base de milho.
  • Zearalenona: produtos à base de cereais.
  • Patulina: suco e polpa de maçã.
Que doenças podem ser causadas por essas toxinas?
Alguns tipos de microtoxinas, como a alfatoxina, vem sendo apontada como causa potencial de câncer em caso de consumo de longo prazo. Outros tipos também podem levar a alterações hormonais, problemas no fígado, alterações imunológicas e desordens no trato intestinal.

Há como saber se um alimento está contaminado? Pela realização de testes laboratoriais cromatográficos ou imunológicos.

Há como eliminar essas toxinas antes de consumir o alimento? Não, já que são bastante resistentes ao calor. Somente altas temperaturas, superiores a 200ºC, por exemplo, conseguem neutralizá-las.

Como reduzir o risco de consumir micotoxinas? Dar preferência a alimentos de marcas reconhecidas pela qualidade, sem histórico de falhas de produção. Descarte alimentos com presença de fungo. Muitas vezes, cortar fora a parte visivelmente afetada não adianta, já que o fungo também pode estar presente em po0ntos invisíveis.

Ingredientes inusitados e indesejáveis:
Carne bovina: resíduos de antibióticos, drogas veterinárias e pesticidas usados em pastagens e micotoxinas presentes na ração.
Carne bovina

Carne suína: resíduos de antibióticos, de drogas veterinárias e micotoxinas presentes na ração.
Carne suína

Carne de aves: resíduos de antibióticos, de drogas veterinárias e micotoxinas presentes na ração.
Carne de aves

Presunto, mortadela e salame: nitrito e nitrato (conservantes que fazem mal em excesso), resíduos de antibióticos.
Presunto, mortadela e salame

Embutidos frescais (linguiças cruas): nitrito e nitrato, resíduos de antibióticos.
Embutidos frescais (linguiças cruas)

Ovos: dioxinas (composto químico carcinogênico), micotoxinas, resíduos de pesticidas.
Ovos

Ovos pasteurizados, gemas, claras ou misturas pasteurizadas: dioxinas, micotoxinas, resíduos de pesticidas.
Ovos pasteurizados, gemas, claras ou misturas pasteurizadas

Leite cru: resíduos de antibióticos, micotoxinas.
Leite cru

Leite pasteurizado: resíduos de antibióticos e drogas veterinárias, micotoxinas.
Leite pasteurizado



Data:
Postado em 17/11/2016
Divulgue:
Deixe seu comentário
Nome:
Cidade:
E-mail:
Comentário:
Dra. Joselaine Stürmer
Endereço: Av: Getúlio Vargas, 901/1001
Telefone: (51) 3232-0605
Horário de atendimento: Segunda: 13h30 às 17h - Terça e Quinta-feira: 13h às 18h30 - Quarta-feira: 08h30 às 13h30 - Sexta-feira: 08h às 13h